Monthly Archives: August 2015

Lupicínio Rodrigues: “Eu não sou de reclamar” – “Nervos de aço” – “Não sou louco” – “Vingança” – “Caixa de Ódio” – “Cadeira Vazia”

“Eu não sou de reclamar” (1952) — Eu não sou de reclamar // I’m not one to complain Eu não sou // I’m really not Mas o que estou sofrendo // But what I’m suffering É demais // Is just … Continue reading

Posted in Elza Soares, Lupicínio Rodrigues | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

“Vem amenizar”; “O Mar Serenou”; “Ouro Desça do seu Trono/ Mil Reis”

Lyrics from “Vem amenizar” by Candeia and Waldir 59 (1978) — Vem amenizar a minha dor, amor // Come alleviate my pain, my love Tu és entre elas a mais bela flor // You are, among them, the most beautiful flower … Continue reading

Posted in Candeia | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Um ser de luz

Lyrics from “Um ser de luz” by Paulo César Pinheiro, Mauro Duarte, & João Nogueira (1983) — Um dia // One day Um ser de luz nasceu // A being of light was born Numa cidade do interior // In … Continue reading

Posted in Clara Nunes, João Nogueira, Mauro Duarte, Paulo César Pinheiro | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment